quarta-feira, 16 de abril de 2014

END!



The Cure - End

Adeus querida Tindergirl!

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Sometimes

Hoje tenho a certeza que durante um ou dois minutos, enquanto eu falava e ele me ouvia e nos olhávamos, ele conseguiu ver a minha alma.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Forgiven/Forgotten

Quase todos os dias conheço musicas novas.
E várias vezes sinto-me feliz nestes minutos de descoberta, o que me leva a ouvir a mesma musica repetidamente muitas e muitas vezes. Hoje esta musica fez todo o sentido na minha cabeça.



Angel Olsen - Forgiven/Forgotten

sábado, 18 de janeiro de 2014

Out of this world



- Achas melhor não ter do que viver momentos que duram umas horas?
- Sim. Prefiro não ter.
- Sonhas?
- Não. Já não consigo.
- Eu sonho. E nos meus sonhos sou feliz. Mas quando tento concretizá-los duram pouco tempo. E depois mato os sonhos.
- Vês? Para quê? Não vale a pena. Ficas a sentir aquele vazio.
- Sim, uma dor…
- Sentes que perdeste?
- Sim, sinto muito a perda. Gostava de conseguir ser feliz só com momentos e não pensar no amanhã e no depois de amanhã e de não me sentir sozinha porque aquelas horas tão boas que vivi acabaram ali e não há continuação.
- Desiste. É melhor. Acabas por te habituar.
- E tu?
- Eu não encontro ninguém que pense como eu e com quem me identifique.
Apenas existo.
- E como vives os momentos bons?
- Não vivo. Os momentos que tu poderás considerar bons, já não me dizem nada.
Não tenho prazer em nada.
- E como suportas existir assim?
- Não sei.


The Cure - Out of this world

domingo, 12 de janeiro de 2014

Bem vindo ao passado



Há algo que me faz regressar ao passado.
Talvez seja eu que o chame.
Um a um.
Desta vez, não há expectativas.
Sei o que posso dar e o que posso ter.





sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Going home

Às vezes tenho saudades de algumas pessoas.
Pessoas que estão longe e de outras que estão muito perto.
Algumas vezes também, tenho saudades de mim.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Obrigada Motorama!

Um concerto e uma noite inesquecíveis. Entrei nesta sala pela primeira vez e apaixonei-me.
Esta banda fica no meu coração.



Motorama - White light

Caixa Económica Operária - Dia 6 de Dezembro de 2013

1ª Parte: First breath after coma
 Motorama








domingo, 17 de novembro de 2013

Pixies!

Na noite de 9 de Novembro foi assim:



























sábado, 9 de novembro de 2013

Obrigada Tindersticks!











2 de Novembro de 2013 no Coliseu. Foi um dos concertos mais bonitos que vi deles. E muito emotivo para mim.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Obrigada Lou!

Não sei porquê na semana passada só me apetecia ouvir The Velvet Underground.
Também por uma razão que desconheço, ontem, domingo de manhã acordei cedo e a primeira musica que ouvi foi esta:



The Velvet Underground - Sunday Morning

sábado, 28 de setembro de 2013

My autumn's done come


Existem fases na vida em que somos muito felizes. Sorrimos e rimos muito. Conseguimos dar muito amor. Vivemos numa espécie de paraíso e sentimo-nos muito jovens. Temos muitos sonhos e encontramos a sintonia em nós e nos outros. Não sentimos receio de nada e arriscamos naturalmente com confiança.
Existem alturas na vida em que nos perdemos, ficamos doentes, acompanhamos doenças de familiares, temos de ser muito fortes e perdemos pessoas imperdíveis.
Sentimos a dor. Caímos no chão. Ficamos mais sozinhos, frágeis  e tristes.  Parece que temos cem anos. Isolamo-nos. Sentimos um silêncio profundo. Precisamos da ajuda das pessoas que nos amam. Sentimos a falta de um abraço. Sobrevivemos. Paramos ,pensamos na nossa vida e nos erros que cometemos.
Existem fases na vida em que andamos em piloto automático e as horas passam rapidamente. Consumimos e somos consumidos sem nos apercebermos disso e esquecemos.
Existem outras fases em que nos apegamos às pessoas, à musica, aos livros, ao cinema que nos transportam para outros lugares onde gostaríamos de estar.
Noutras alturas não nos encaixamos neste mundo. Revoltamo-nos muito. Encontramos muitas injustiças, somos menos egoístas, olhamos para os que pouco ou nada têm e queremos mudar o mundo.
Existem fases em que crescemos. Entendemos o que é realmente importante e qual é o caminho que queremos seguir.
Reerguemo-nos devagar e caminhamos com cuidado até perdermos o medo e recomeçarmos a viver.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Silence



Estou a viver um silêncio prolongado com o mundo exterior.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Tiny tears



Depois de muitos abraços e beijos fiquei com as lágrimas escondidas por detrás das pupilas.
Começa agora a prova de fogo.
Do silêncio e das saudades que vou sentir.
Ainda bem que a palavra saudade existe porque sinto-a todos os dias. De alguma pessoa ou de várias pessoas ao mesmo tempo.
Esta bela palavra que exprime beleza, dor, emoção, amor, amizade, vontade de ver e dar.
Este sentimento que não me larga faz parte de mim e tento viver com ele ao longo destes anos todos.
É bom não é?
Não tem de ser triste nem dramático.
Quer dizer que gosto de algumas pessoas e que elas são muito importantes para mim.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Sensações CCCXXXIX






















Há lugares assim, onde me esqueço de tudo.

domingo, 28 de julho de 2013

23



Esta não sou eu.
Não devia ter pintado as unhas de vermelho.
Olho para elas e sei que não sou eu.
No entanto ainda não tive coragem de tirar o verniz.
A dor alastra e já não sou capaz de fechar a porta.
Sou uma mulher livre e independente.
Ainda com um corpo de menina a envelhecer.
Não me reconheço.
O tempo não passa e já não consigo olhar para as horas no relógio porque elas avançam sem piedade e mostram-me o fim.
E volto a fechar a porta e deito-me.


Blonde Redhead - 23

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Be all be easy



Admiro alguns homens solteiros, separados e divorciados, solitários que se dedicam completamente aos filhos.
Admiro ainda mais quando estes dizem o que querem e vivem com esta verdade.