terça-feira, 4 de setembro de 2007

Conclusão I

Era melhor se a palavra saudade não existisse.

5 comentários:

AP disse...

Bom, pelo menos só existe em Portugês, o que já não é mau :)Independentemente disso, haveriam sempre de inventar uma palavra, ou mais do que uma, que signifique o mesmo...

Tindergirl disse...

E se não existisse, provavelmente ia sentir a falta dela.
É estranho :)

Anónimo disse...

A palavra foi criada durante os decobrimentos portugueses para dar significado ao sentimento de vazio e/ou perda que se sentia tanto naqueles que ficavam como os que estavam em terras longiquas . Julgo ser mais facil lidar com um sentimento se lhe conseguirmos dar um nome.
Ainda bem que existe.

Pedro R.

Tindergirl disse...

Graças ao Pedro Ricardo aqui estão as 10 palavras do Mundo mais dificeis de traduzir:

1. "Ilunga" (tshiluba) - uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez.

2. "Shlimazl" (ídiche) - uma pessoa cronicamente azarada.

3. "Radioukacz" (polonês) - pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro.

4. "Naa" (japonês) - palavra usada apenas em uma região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém.

5. "Altahmam" (árabe) - um tipo de tristeza profunda.

6. "Gezellig" (holandês) - aconchegante.

7. Saudade (português)

8. "Selathirupavar" (tâmil, língua falada no sul da Índia) - palavra usada para definir um certo tipo de ausência não-autorizada frente a deveres.

9. "Pochemuchka" (russo) - uma pessoa que faz perguntas demais.

10. "Klloshar" (albanês) - perdedor.

Divingdeep disse...

Ou a razão desta. Há um discurso, sobre quem fica e quem parte. pergunto quem tem mais? A resposta esclarece o resto. Pensem nisso.