sábado, 23 de agosto de 2008

O homem indeciso

Ele acordou indeciso. Não conseguia decidir se queria ir à praia ou à piscina.
Acabou por ficar em casa.
Continuou indeciso sem saber se havia de passar o tempo a ler um livro ou na internet.
Acabou por ver televisão.
Passou o dia com vontade de comer um gelado. Mas estava indeciso se ia a Cascais ou ao Parque das Nações.
Acabou por tirar um gelado do congelador.
Chegou a noite e foi jantar a um restaurante. Ficou indeciso entre dois pratos que gostava tanto. Ou arroz de pato ou polvo à lagareiro.
Comeu um bitoque.
Uma amiga ligou-lhe a convidá-lo para ir beber um copo. Ficou indeciso entre aceitar o convite da amiga ou ir ao cinema sozinho.
Foi para casa. Indeciso, se tinha sono ou não, acabou por adormecer no sofá.
E teve um sonho cheio de indecisões.