quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Estado de hibernação

Apetece-me ficar nesta letargia, sem esperar nada e sem nada querer.
Não sei por quanto tempo.
Vou ler aqueles que sabem escrever.
Vou ler as viagens e os pensamentos.
Vou ler os sonhos de tantos homens.
Vou ouvir a música dos que cantam e acreditam no amor.
Vou ouvir a música melancólica.
E vou adormecer, até que um dia decida novamente despertar.
Ou não.

3 comentários:

Anónimo disse...

descrição perfeita do estado de hibernação! mas espero que saia de lá... e eu tb.

Tindergirl disse...

Talvez desperte lá para a primavera de 2009 :)

Ricardo Gallarate disse...

O estado de hibernação, é provavelmente a forma mais evoluída de nos tocarmos a nós próprios. Precisamos de estar sozinhos, para nos conhecermos, para privar-mos com a nossa verdadeira essência. O mundo lá fora, é para os outros. Não é para nós. Enquanto tivermos o Stuart, não estamos sozinhos.
Gostei...