domingo, 21 de setembro de 2008

Agora, agora...

Naquele momento, a dançar ao som de UHF, percebeu que a noite devia ficar por ali, quando perguntou ao ouvido do amigo:
- Gostavas de ser um cavalo de corrida?

4 comentários:

Curdo_pt disse...

Para averiguar da coerência ( ou simples eufemismo para curiosidade ). Qual foi a resposta ?... ;)

Tindergirl disse...

Bem... Ela não ouviu a resposta ou pelo menos não se lembra. E concluiu depois que a pergunta tinha sido tão parva que só poderia ter como resposta, um silêncio. No entanto o amigo dela, disse-lhe agora que lhe respondeu que gostava e que todos nós somos cavalos de corrida. Ele também pensou que a pergunta dele estava relacionado com este post

http://tertuliadosnescios.blogspot.com/2008/09/agora-tu-s-um-cavalo-de-corrida.html#comments

Mas no entanto para ela, foi apenas uma pergunta espontanea que surgiu apenas da musica que estavam a dançar ;)
Há noites assim...

Curdo_pt disse...

Cavalos de corrida, todos nós... Ou é poético ( presumo que seja esta a intenção ) ou é triste - os cavalos correm, mas talvez não saibam porquê...

Ou abusando de alguma excessiva simplicidade, os homens são (quase) todos iguais.... ;)

AP disse...

Agora é que a corrida estoirou, e os animais se lançam num esforço
Agora é que todos eles aplaudem, a violência em jogo
Agora é que eles picam os cavalos, violando todas as leis
Agora é que els passam ao assalto e fazem-no por qualquer preço

Agora, agora, agora, agora, tu és um cavalo de corrida
Agora, agora, agora, agora, tu és um cavalo de corrida

Agora é que a vida passa num flash e o paraíso é além
Agora é que o filme deste massacre é a rotina Zé Ninguém
Agora é que perdeste o juízo, a jogar esta cartada
Agora é que galopas já ferido, procurando abrir passagem

Agora, agora, agora, agora tu és um cavalo de corrida
Agora, agora, agora, agora tu és um cavalo de corrida