sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Oub'lá III

Quando vou fumar um cigarro ao espaço para fumadores costumo observar as pessoas que trabalham na mesma empresa que eu.
Alguns, eles e elas, sentem-se pessoas importantes por trabalharem aqui. Algumas vestem-se como se fossem para uma festa daquelas que aparecem nas revistas cor-de-rosa.
Às vezes tenho a impressão que eles sentem que estão a brincar aos gestores.
Nesses momentos, sinto que não pertenço a este meio onde as aparências contam muito.
Gosto quando aparece a rapariga gótica e a rapariga junkie que destoam no meio daquele ambiente de pessoas superficiais e presunçosas.

2 comentários:

beatrice disse...

é bom saber enfim de alguém que pensa igual a mim nessa matéria!

Tindergirl disse...

:)